As inovações tecnológicas na indústria de óleo e gás

Quando pensamos em tecnologia revolucionando negócios, sempre vamos para os lados mais comuns do mercado. Mas você sabia que a indústria de óleo e gás também tem sido beneficiada com as novidades que surgem todos os dias?

Esse é o assunto que pauta este artigo. Apresentamos alguns pontos relevantes do setor e quais tecnologias estão sendo mais úteis para seu desenvolvimento.

Boa leitura!

Tecnologia no mercado atual

Para se destacar no mercado atual é preciso diferenciação. E atualmente a forma mais evidente de se destacar é buscar a inovação e tecnologia para serem aliadas de seus negócios.

O mercado trabalha, hoje, com um conceito que chamamos de “indústria 4.0”, que traz uma série de elementos que ditam como os negócios funcionam. Dentre eles, podemos destacar alguns que já falamos aqui no blog da Pix, como automação de processo e inteligência artificial.

Mas você deve estar se perguntando, como essas tecnologias inovadoras podem se aplicar na indústria de óleo e gás? Para isso, a gente precisa olhar um pouco mais para dentro do setor.

A indústria de óleo e gás é conhecida como uma das mais abertas a investimentos em inovações. Ao longo dos anos, buscaram diversas formas de otimizar sua operação e exploração de produtos, retirando muito da carga operacional, mecanizando atividades e, consequentemente, aumentando o lucro dos negócios.

A indústria de óleo e gás 4.0

Também chamada de quarta revolução industrial, a indústria 4.0 tem promovido mudanças significativas no mundo todo. Produções têm sido revistas, otimizadas e melhoradas para entrega de produtos e serviços cada vez melhores. E, claro, essa mudança afeta diretamente o setor de óleo e gás.

Segundo dados de 2019, divulgados pela Wood Mackenzie, há uma previsão de que até este ano – 2023 – pelo menos U$ 75 bilhões sejam economizados com o uso de novas tecnologias na extração de petróleo.

Com inovações surgindo todos os anos, acompanhar as atualizações e saber usá-las da melhor forma é que transforma o mercado. Dentre essas novas tecnologias que impactam no setor de óleo e gás, podemos destacar os que listamos abaixo.

Leia mais: A Indústria 4.0 no Brasil e as novas tecnologias do setor

IoT – Internet das Coisas

A IoT, ou Internet das Coisas, já não é uma grande novidade e tem sido usada por diversos segmentos nos últimos anos. Nada mais é do que dispositivos que desempenham ações específicas em uma área e permitem coletar dados e monitorar o espaço. São conectados a um sistema integrado online e conseguem agir de forma independente.

Machine Learning

O conceito de “aprendizado de máquina” tem sido muito comum nas novas tecnologias. A partir de alguns padrões reconhecidos em dados, equipamentos e softwares conseguem realizar atividades e até mesmo tomar decisões sem a necessidade de trabalho manual.

Big Data

O Big Data, basicamente, é o que move as duas tecnologias anteriores, já que é a reunião de dados em grande escala a partir de análises de informações. São leituras humanamente impossíveis de serem feitas manualmente, já que atuam na produção de uma base de dados enorme dentro do sistema industrial.

Inteligência Artificial

Também presente nos exemplos anteriores, principalmente no machine learning, a inteligência artificial (IA) é capaz de simular a capacidade humana de raciocinar e tomar decisões. As máquinas são programadas para executar tarefas que vão desde o monitoramento de ambientes até a cadeia de produção.

Como as novas tecnologias se aplicam à indústria de óleo e gás?

Agora que falamos de algumas das inovações presentes no mercado, precisamos entender como elas podem ser usadas dentro do setor.

Na indústria do petróleo, por exemplo, a inteligência artificial já tem sido usada em softwares para encontrar automaticamente falhas e horizontes na modelagem geológica e na predição de fácies.

Embora ainda precisem de um acompanhamento humano, esses modelos de IA já vêm mostrando resultados positivos para o mercado.

As IAs ainda podem ser usadas para operações de perfuração, já que conseguem trazer dados mais assertivos sobre o local e caracterização da subsuperfície.

A Internet das Coisas, ou IoT, tem sido útil em tarefas que incluem:

  • Manutenção preventiva
  • Monitoramento remoto das instalações
  • Segurança de processos
  • Reconhecimento de falhas
  • Análises históricas das atividades

Os aplicativos de IoT também podem ser usados em plataformas para garantir a segurança dos trabalhadores. Com essa tecnologia é possível emitir notificações sobre atividades perigosas, uso inadequado de EPIs, invasão de áreas proibidas, entre outros.

E tem mais: o IoT pode ser usado na automação de veículos e equipamentos, diminuindo a força de trabalho humana, realocando esforços e cortando custos para operações mais simples.

Leia mais: IoT na indústria: Veja casos de sucesso que vão te inspirar

Por fim, o Big Data é o que possibilita todas essas – e outras – tecnologias acontecerem. Como dissemos anteriormente, ele se refere ao grande volume de informações geradas e armazenadas dentro do sistema de uma indústria.

Para o setor de óleo e gás, muitas informações históricas são relevantes para um bom desempenho do futuro. Como por exemplo:

  • Relatórios e dados sísmicos 3D
  • Histórico de perfuração de poços
  • Monitoramento da produção
  • Informações sobre a região em que atividades serão realizadas

Essas são algumas informações difíceis de serem manipuladas, lidas e armazenadas dentro de atividades computacionais simples. Por isso, o big data é tão importante para manter tudo o que se precisa saber para o bom funcionamento da indústria como um todo – e, assim, alimentar o machine learning, as inteligências artificiais e IoTs.

E como a Pix pode ajudar o setor?

Estamos focados em criar soluções que levem inovação para os mais diferentes mercados. Por isso, nossos produtos são pensados em criar otimizações a partir de big data, machine learning e inteligência artificial e usando essas ferramentas para crescer com os negócios.

O Pix Safety é uma ferramenta que utiliza IA para garantir a segurança de sua equipe. Ela permite que você controle o acesso em áreas restritas, as ferramentas utilizadas por seus colaboradores e até mesmo o uso correto de EPIs.

Já com o Pix Alerta, sua indústria consegue monitorar grandes áreas de forma fácil e rápida. A partir de algoritmos de machine learning, nosso produto faz uma análise automática das imagens de satélite e emite alertas sempre que algo acontecer, com incêndios, desmatamentos, colheitas, invasões, entre outras.

Quer saber mais da Pix Force? Acesse nosso site e fale com um vendedor.

 

Compartilhe este artigo:

Artigos Relacionados